• Esportes de Verão: Saiba como pedalar com segurança

    Esportes de Verão: Saiba como pedalar com segurança

    Se você é um esportista amador que usa a bicicleta para fazer trilhas em terrenos esburacados, arenosos, cheios de pedras, ou para percorrer as ruas da cidade, nem sempre bem conservadas, saiba se a sua “magrela” é a ideal para aquilo que você precisa, se a posição do selim (banco) e do guidão estão corretas, se a cadência das pedaladas está na velocidade ideal. Enfim, saiba como pedalar com segurança e da forma mais produtiva possível.

    Além dos cuidados com a estrutura da bicicleta, os adeptos desse tipo de transporte têm de se preocupar também com o controle da freqüência cardíaca, com a hidratação e os alongamentos, cuja finalidade é evitar lesões naqueles que pedalam de maneira incorreta.

    Lembra-se que, além das fraturas causadas pelas quedas, as bicicletas podem provocar uma série de distúrbios. Entre os mais comuns, estão as dores no quadril, joelhos, estiramentos musculares e cãibras, entre outros.

    “Esses distúrbios, em geral, são decorrentes da combinação de vários fatores, tais como tamanho inadequado da bicicleta, posicionamento incorreto do selim e do guidão, técnica errada ou deficiente ao pedalar e uso excessivo, entre outras”.

    Sabe-se que, a distância entre a virilha do ciclista e o tubo horizontal superior da bicicleta tem de ser de 7,5 centímetros, aproximadamente, quando se tratar de um modelo tipo “mountain bike”, mais indicada para o dia-a-dia. Se a bicicleta for do tipo “speed”, ideal para corridas, a distância é menor, em torno de 2,5 centímetros.

    A altura do selim (banco), por sua vez, deve ser regulada da seguinte forma: sente na bicicleta parada com o calçado que irá pedalar. Ajuste a altura do selim com o pedal na posição mais baixa – o joelho tem de ficar levemente flexionado.

    A posição correta do guidão se dá quando a distância entre a ponta do selim e o centro do guidão é a mesma entre a ponta do cotovelo e a ponta do terceiro dedo da mão. Nas bicicletas tipo “mountain bike”, a altura do guidão deve ficar cerca de cinco centímetros mais baixo que a altura do banco. Se for do tipo “speed”, a diferença tem de ser de dez centímetros, assim o corpo fica mais inclinado tornando menor a resistência provocada pelo atrito com o vento.

    Quando a bicicleta estiver com seu tamanho correto, com o guidão e o selim devidamente regulados, ela estará pronta para ser usada. Mas antes de montar e sair andando é importante fazer um bom aquecimento, de 3 a 5 minutos, pois ele previne lesões musculares e cãibras, evita as dores musculares e aumentam a amplitude de movimento.

    Tão importante quanto aquecer o corpo antes de uma atividade física é “esfriá-lo” depois. A melhor maneira de fazer isso é não parar de uma vez, mas diminuir o ritmo durante alguns minutos. Em seguida, recomenda-se fazer os alongamentos. “Com isso, vamos evitar dores musculares, rigidez muscular, cãibras, sensação de fadiga e uma recuperação muscular mais rápida”.

    Existem dois tipos principais de bicicletas. A “mountain bike”, mais resistente, de pneu grosso e indicada para o dia-a-dia e para trilhas. Algumas possuem até amortecedores. A outra é a “speed”, mais dura, cuja característica são o “corpo” e os pneus finos. Ela é ideal para o asfalto e competições esportivas.

    Felipe G. Ristow

Leave a reply

Cancel reply